7 de set de 2014

Resenha: Cilada

Título: Cilada
Autor: Harlan Coben
Editora: Arqueiro
Ano: 2010
Pág.: 271
ISBN: 978-85-99296-93-6

SINOPSE: 
Harley Mc Waid tem 17 anos. É aluna exemplar, disciplinada, ama esportes e sonha entrar para uma boa faculdade. Por isso, quando certa noite ela não volta para casa e três meses transcorrem sem que se tenha nenhuma notícia dela, todos na cidade começam a imaginar o pior.

O assistente social Dan Mercer recebe um estranho telefonema de uma adolescente e vai ao seu encontro. Ao chegar ao local, ele é surpreendido pela equipe de um programa de televisão, que o exibe em rede nacional como pedófilo. Inocentado por falta de provas, Dan é morto logo em seguida.

Na junção dessas duas histórias está Wendy Tynes, a repórter que armou a cilada para Dan e que se torna a única testemunha de seu assassinato. Wendy sempre confiou apenas nos fatos, mas seu instinto lhe diz que Mercer talvez não fosse culpado. Agora ela precisa descobrir se desmascarou um criminoso ou causou a morte de um inocente.

Nas investigações da morte de Dan e do desaparecimento de Haley, verdades inimagináveis são reveladas e a fragilidade de vidas aparentemente normais é posta à prova. Todos têm algo a esconder e os segredos se interligam e se completam em um elaborado mosaico de mistérios.

Leitores da Estante, Cilada é sensacional!
Muitos anos atras, eu li Desaparecido para sempre, de Harlan Coben, lembro de ter gostado do livro, mas não foi nada marcante (confesso que nem lembro da história direito). Recentemente eu li Seis anos depois (http://estante-da-ana.blogspot.com.br/2014/08/seis-anos-depois.html)    e simplesmente a-d-o-r-e-i. Aí algumas pessoas me indicaram Cilada, dizendo ser ainda melhor. Não sei dizer qual dos dois é o melhor, só posso garantir que são imperdíveis.

Cilada conta duas histórias paralelas que só vão se encontrar depois de muitas páginas. Harley Mc Waid é a filha mais velha do casal Ted e Marcia e desapareceu sem deixar qualquer pista. Três meses se passaram e nenhuma notícia ou um rumo novo nas investigações policiais.
Dan Mercer trabalha com crianças e adolescentes em um abrigo e um belo dia recebe uma chamada de uma garota para que fosse até a casa dela. Foi um telefonema aflito e ele não questionou, simplesmente foi em socorro a garota. Chegando lá, foi cercado por câmeras de televisão e uma jornalista o acusava de ser pedófilo. Sua vida acabou aí, mesmo inocentado pelo juíz, pais de crianças molestadas e a comunidade em geral o repudiava, chegando a agressões físicas. A única pessoa a defende-lo foi sua ex-esposa Jeena Wheeler.
A jornalista que o desmascarou, Wendy Tynes acabou se envolvendo demais no caso e foi testemunha quando um dos pais matou Dan na frente dela.
Envolvida totalmente nessa trama, Wendy começa a investigar a fundo os acontecimentos, suspeitando que pode ter provocado a morte de uma pessoa inocente. 

Cilada tem fortes e valiosas críticas ao alcoolismo e aos pais que oferecem ou permitem que filhos adolescentes e seus amigos consumam álcool (a escola em que o filho de Wendy e a garota desaparecida estudam tem uma campanha com um lema interessante: Na nossa casa, não! alertando pais para não oferecerem bebida em casa com a desculpa de que é preferível que bebam em um ambiente seguro). Gostei muito de ver essa abordagem em um livro, pois é a prática que adoto como mãe de adolescente. 

O livro também fala sobre o erro e perdão... o perdão que liberta não somente o culpado, mas principalmente a vítima. Wendy tem uma enorme dificuldade em perdoar a mulher que provocou a morte prematura de seu marido, deixando-a sozinha com o filho.
Durante as investigações, ela encontra antigos amigos de faculdade de Dan, que podem também estarem sendo vítimas de armações como ela suspeita que ele foi. Nas histórias do passado que deixaram consequências até hoje sentidas, ela se vê mais uma vez à frente da questão do perdão.

Em Cilada, você encontra um pouco de tudo isso: crime, egoísmo, sensacionalismo, perda, luto, desespero, perdão e mentira e verdade.
Recomendo totalmente!


2 comentários:

  1. Precisando ler algo de Harlan Coben mas os romances não estão deixando no momento,rsrs.
    Amei essa capa,linda demais!

    ResponderExcluir
  2. Oi ana!!! Fico muito feliz que tenha gostado da minha indicação! Parabéns pela resenha!!! Bjs!

    www.minhaalmapedelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir