22 de dez de 2015

FELIZ NATAL!

Crédito imagem: http://www.themarysue.com/12-christmas-trees-made-out-of-books/

Desejamos a todos os nossos leitores um FELIZ NATAL! Que essa data seja uma oportunidade para reflexões, para compartilhar alegria e amor e para renovarmos a esperança!
E claro, que Papai Noel traga muitos livros! hehehe

Voltamos em 2016!

Mas nossa promoção Game Of Thrones continua! Não deixe de participar!

17 de dez de 2015

Conheçam a ganhadora da promoção O pulo da gata e Ash, sua fonte inspiradora!

No mês passado fizemos uma promoção aqui no blog para presentear um leitor com o novo livro da Fernanda França, o Pulo da Gata. Os participantes deveriam responder porque deveriam ganhar o livro. A vencedora foi Ana Holdford, que teve como inspiração sua gatinha Ash. 

A Ana recebeu o livro em sua casa e nos enviou um e-mail super fofo de agradecimento e fotos dela com seu prêmio. E a gatinha Ash, é claro, não ficou de fora e posou charmosa ao lado do livro também. 

Vamos conhecer essa dupla:

Ana feliz com seu prêmio. E ela já começou a ler no mesmo dia que recebeu!

Ash toda charmosa em sua cama fashion e o kit que" ajudou" a ganhar!

Ana, enviamos seu email para a Fernanda França que ficou muito feliz com suas palavras, dizendo ter uma alegria imensa ao ler recados como o seu e agradeceu de coração!

E sabe qual a recompensa que nós, da Estante da Ana,recebemos ao fazer promoções como essa? É muito simples: nossa recompensa é a satisfação em proporcionar momentos como esse! Ser um tipo de elo entre leitores e seus escritores favoritos! Isso vale cada minuto de dedicação ao blog.

Agradecemos a Ana por autorizar a publicação de suas imagens, compartilhando conosco a alegria de receber o livro e a querida Fernanda França por todo o carinho e atenção com a nossa promoção.



7 de dez de 2015

Sorteio: Game of Thrones - ENCERRADO

A sorteada que irá receber em sua casa esse livro sensacional é 
ANA CAROLINA DOMINGUES!

PARABÉNS



Ganhe o livro GAME OF THRONES Por Dentro da série HBO

Um livro sensacional para fãs da série! Capa dura, ricamente ilustrado com comentários sobre a história e sua produção. 








Saiba mais sobre o livro aqui.

Para participar, basta residir no Brasil e seguir os passos abaixo (obrigatório):


1. Curtir e compartilhar em modo público o post da promoção no facebook: aqui


2. Curtir a Estante da Ana no facebook: aqui



3. Acessar o aplicativo Sorteie-me e clicar em "Quero Participar": aqui




Agora, se você gostou desta promoção e quer dar uma força para nosso blog, você ainda pode seguir mais estes dois passos (opcionais):

4. Seguir publicamente o blog pelo Google Friend Connect, clicando em "PARTICIPAR DESTE SITE" no menu lateral direito desta página

5. Marcar com G+1 esta publicação (botão no final da publicação).



O sorteiro será realizado no dia 30/12/2015 - Após 18h.



Somente estará apto a receber o prêmio quem cumprir todas as regras. Caso o sorteado não tenha cumprido uma das etapas, será imediatamente desclassificado e será realizado novo sorteio.


O vencedor será divulgado no blog e na página da Estante da Ana no facebook. Ele terá 5 (cinco) dias para entrar em contato e informar o seu endereço para envio do livro.



A Estante da Ana terá o prazo de 30 (trinta) dias para enviar o prêmio para o endereço informado.


Este sorteio é exclusivamente promovido pelo blog Estante da Ana, não tendo nenhum vínculo com o autor ou a editora do referido livro.


2 de dez de 2015

Resultado da Promoção O Pulo da Gata

Conheça a frase vencedora:



E agora o sorteio do kit marcador+bóton:



Agradeço aos participantes! Fiquem de olho que novas promoções viram por aí!

1 de dez de 2015

Notícia: Cosac Naify encerra atividades



O editor Charles Cosac anunciou o fechamento
na tarde do dia 30/11
O mercado editorial recebeu ontem a notícia do fechamento da Editora Cosac Naify. Uma notícia triste para o mercado e sentida pelos fãs da editora que é reconhecida por seus projetos gráficos primorosos e diferenciados.

Veja na integra a matéria publicada ontem no site do Estadão: clique aqui

Conheça nos links abaixo alguns dos títulos da Cosac Naify que foram destaque aqui na Estante e demonstram o estilo de publicação diferenciada em que editora atuava:

Bartleby, O Escrivão.

Trash

Mary Poppins





Detalhes do livro 'Barroco de lírios', de Tunga, primeiro título editado pela Cosac Naify, que saiu em 1996 (Foto: Divulgação/Cosacnaify)ia Mais:http://cultura.estadao.com.br/noticias/literatura,referencia-no-mercado-por-livros-de-arte-de-luxo--cosac-naify-fecha-as-portas,10000003450
Assine o Estadão All Digital + Impresso todos os dias
Siga @Estadao no Twitter
Leia Mais:http://cultura.estadao.com.br/noticias/literatura,referencia-no-mercado-por-livros-de-arte-de-luxo--cosac-naify-fecha-as-portas,10000003450
Assine o Estadão All Digital + Impresso todos os dias
Siga @Estadao no Twitterc
Leia Mais:http://cultura.estadao.com.br/noticias/literatura,referencia-no-mercado-por-livros-de-arte-de-luxo--cosac-naify-fecha-as-portas,10000003450
Assine o Estadão All Digital + Impresso todos os dias
Siga @Estadao no Twitter
Leia Mais:http://cultura.estadao.com.br/noticias/literatura,referencia-no-mercado-por-livros-de-arte-de-luxo--cosac-naify-fecha-as-portas,10000003450
Assine o Estadão All Digital + Impresso todos os dias
Siga @Estadao no Twitter

24 de nov de 2015

Resenha de parceiros: O inverno das Fadas

Título: O inverno das Fadas
Autora: Carolina Munhóz
Gênero: Romance / Fantasia
Editora: Leya / Fantasy Casa da Palavra.
Número de Páginas: 304
Ano de Publicação: 2012
Classificação: 3/5 ♥
  
Sinopse:
EXISTEM PESSOAS NORMAIS em nosso planeta. Homens e mulheres simples que nascem e morrem sem deixar uma marca muito grande ou mesmo significativa na humanidade. Mas existem outros que possuem talentos inexplicáveis. Um brilho próprio capaz de tocar gerações. Como eles conseguem ter esses dons? De onde vem a inspiração para criar trabalho maravilhosos? São cantores com vozes de anjos, artistas com mãos de criadores e escritores imortais.
Existe uma explicação para isso.
Sophia é uma Leanan Sídhe, uma fada-amante, considerada musa para humanos talentosos. Ela é capaz de seduzir e inspirar um homem a escrever um best-seller ou criar uma canção para se tornar um hit mundial. A fada dá o poder para que a pessoa se torne uma estrela, um verdadeiro ícone, ao mesmo tempo em que se aproveita da energia do escolhido para alimentar-se.
 Causando loucura.


E MORTE.


A história nos leva a um mundo de fantasia através de Sophia e William, ela uma fada, ele um humano talentoso. Ambos vitimas de um destino que insiste em separá-los. Sophia é uma Lenan Sidhe, uma fada cujo destino é matar,  para sobreviver ela precisa sugar a vida de seus escolhidos  afinal é através disso que ela sobrevive, a vítima da vez é o aspirante a escritor William, um jovem simplório que vive em um pacato lugar  com uma vida monótona e cheia de rotina. William é escolhido por membros de sua cidade para representá-la em um concurso literário, o jovem começa empenhar-se em seu novo projeto e a partir daí conhece Sophia, cujo único objetivo é inspirar William e levá-lo ao ápice do sucesso.

A princípio o rapaz desconfia de sua sanidade mental ao encontrar com o ser feérico que ronda sua mente e sua vida, depois os dois engatam um romance repleto de necessidades, com a mesma intensidade de paixão a também a urgência pela sobrevivência, Sophia ao criar vínculos de intimidade com o escritor nota que ele é diferente de suas outras presas, ele exerce mais poder sobre a Sídhe do que jamais qualquer outro conseguirá, o que a deixa em alerta, a história se passa em dois mundos o fantástico e o humano.

Sophia vive um tempo com William no mundo humano como sua namorada, a partir desse momento a história vai tomando forma e acompanhamos o amor e as perdas do casal. A história dos dois parece impossível de ter um final feliz e o leitor se pergunta como tudo terminará. O que posso garantir é que a trama passa longe da premissa Romeu e Julieta.

Outros personagens secundários ocupam e preenchem com maestria cada pedacinho da trama, a encorpam de maneira a estimular a leitura e torná-la dinâmica e cheia de aventura.

O texto é narrado em terceira pessoa e ainda assim é possível criar uma conexão direta com os personagens de forma íntima e próxima.

No decorrer do texto podemos perceber que Sophia poderia ser uma ótima representação do dinheiro no mundo de pessoas ambiciosas, onde tudo os leva ao caminho do abismo inevitável. Ao contrário do que possa parecer a fada é um ser bom, apenas com pequenos pontos egoístas, não porque faz parte de sua personalidade, e sim por ser de sua natureza, estar em seus genes. Afinal ela é uma fada assassina.

No livro acompanhamos várias menções a grandes artistas mundiais que acabaram em um trágico destino que os levará a morte. Segundo a trama eles foram vítimas de Sophia e de seu feitiço.
 Isso era o que fada deveria fazer com seu  novo escolhido Willian, jamais estava em seus planos se apaixonar a ponto de por seu próprio destino em suas mãos. Com essa decisão ela ao invés de matar poderá ser a morta.
  
Sophia é órfã, e assim como ela seus pais viveram um amor proibido e com um final que lhes custou a vida. A moça é criada pelo seu avô, que é uma autoridade em seu mundo, o velho é governador do reino onde vive, aparentemente é um homem bom e de bons sentimentos, mas muito racional e as vezes aparenta certa frieza.
Em resumo a trama trata da história de amor entre uma fada e um humano, tem uma premissa de romance, na verdade é um romance, mas não acredito que seja um livro unicamente para os amantes do gênero pois vai além disso. As cenas são bem escritas a cada página virada encontramos uma nova emoção, sem deixar de notar a sutiliza e delicadeza dos fatos narrados de maneira envolvente e cativante pela autora Carolina Munhóz.

QUOTES

Ela tinha o poder de fazer qualquer homem ou mulher com dons artísticos ser o melhor de sua época, em um estalar de dedos. E quando o humano se encantava, a Leanan tirava proveito e pulava para o próximo, porque nunca se prenderia a alguém. Se apaixonar parecia um grande risco para uma criatura como ela. 


Em alguns momentos não me sinto uma fada, vovô!  — disse a Leanan, ainda engolindo o choro engasgado. — Vejo garotas como Lorena, fadas lindas do bem, cuidando da humanidade, e não consigo me comparar a elas. Pareço mais uma vampira com asas. Não sei mais se mereço viver.

Sempre foi de assistir a muitos filmes produzidos pelos humanos, na maioria histórias de amores proibidos ou secretos. Ela achava muito bonita a forma como os mortais se amavam, compartilhando suas vidas pela eternidade. Algo que uma fada, elfo ou Leanan nunca iria entender. Essa dependência, o desejo de controlar ou ser controlado pelo outro, tudo com o objetivo de permaneceram juntos até o fim de suas vidas, qual tempo fosse.

O romance com William tornava-se algo muito mais intenso do que Sophia imaginava ter. Aquilo era preocupante. Envolver-se demais com um homem nunca seria um bom sinal. Todas as mulheres que mergulham a uma paixão acabam batendo com ela no fundo do poço. Porque era isso que a aguardava: sofrimento. E a dor da rejeição final. Por isso, Sophia não queria todo o romance. Ela sabe que não pode ficar com aquele homem. Por mais incrível que ele pareça ser.

— Senhores, estou confuso sobre um aspecto muito importante na minha pesquisa. Deparei-me com uma palavra estranha.  — Diga a palavra querido! A palavra é Leanan. Ouvi sobre essa palavra muito tempo atrás, quando cheguei a essa cidade. Mas o que significa essa palavra? O que ela tem haver com satanás? — Perguntou William aflito e curioso. O padre respirou fundo e disse: No folclore celta, Leanan Sídhe é uma bela mulher do povo das fadas, que sempre possui um amante humano. Ela é inspiração para  este humano, geralmente um artista. No entanto, ele é dominado pela loucura, e tem uma morte precoce.
 

 RESENHA DO NOSSO PARCEIRO
"O AMANTE DE LIVROS"


 


20 de nov de 2015

Promoção O Pulo da Gata vai até o dia 30!


Olá pessoal!

Curtindo o feriado? Então.. Aproveitem o feriadão para criar uma resposta bem legal para nossa promoção. Mas corra, que vai só até o dia 30 de novembro.

Participem e convidem os amigos

Saiba mais clicando aqui

17 de nov de 2015

Resenha: Como eu era antes de você


Esse livro eu comprei por ver muitas avaliações positivas sobre ele. Na verdade, eu fiquei curiosa de tanto ouvir falar! E já de início eu confesso que valeu a pena!

Como eu era antes de você conta a história de Louisa Clark, uma garçonete que mora com os pais, a irmã e o sobrinho e não espera muito da vida. Tem um namorado que mais se interessa por seus treinos para triatlo do que por ela, mas vai levando. Ate que ela perde o emprego. Aí sua vida complica, pois seu salário é uma parte importante da renda da família, uma vez que seu pai vive sob o fantasma da demissão.

Will Traynor é um homem inteligente, rico e bem sucedido que gosta de uma vida de emoções, de esportes ao ar livre até que sofre um acidente e fica tetraplégico. Passando seus dias preso a uma cadeira de rodas, somente com os movimentos de pescoço e cabeça e levemente de uma das mãos, ele não tem mais vontade de viver. 

Estranhamente, mesmo sem qualificação alguma, Lou é contratada pela mãe de Will para ser sua cuidadora auxiliar. E ele não facilita em nada a vida dela, sendo grosseiro e demonstrando a todo custo que ela não e bem vinda. 

O desenrolar da história vou deixar por conta da imaginação e da curiosidade de vocês de ir logo buscar esse livro para ler.

Tem alguns livros que mexem comigo e me deixam pensando nele por dias após o término da leitura. Esse é um deles. O que poderia ser só mais uma história improvável entre duas pessoas tão diferentes, acaba se tornando algo mais. Acompanhar a lenta aproximação dos dois personagens em um universo que para a maioria das pessoas (e para mim também) é desconhecido acaba sendo uma experiência interessante. As limitações físicas de Will, suas dificuldades diárias, suas lutas contra doenças que afetam o corpo já tão debilitado são apresentadas de forma a manter o leitor envolvido nesse drama e chegar a questionar se as intenções que Will virá a ter ao longo da história são realmente válidas ou não. Não posso falar mais sem dar um spoiler indesejado. Mas garanto que Como eu era antes de você vai te apresentar a um tema pouco discutido em nossa cultura, mas que fará você refletir e tentar se colocar na situação de todos os envolvidos. 

Como eu era antes de você
Jojo Moyes
Intrinseca, 2013



4 de nov de 2015

Chegou nosso exemplar! O Corvo: um livro colaborativo



Hoje chegou nosso exemplar de O Corvo: um livro colaborativo. Essa é uma publicação da Editora Empíreo em homenagem aos 170 anos de lançamento do mais famoso poema de Allan Poe.
Veja o que o editor Fillipe Larêdo diz sobre o livro:

"Entre os muitos autores que existem no mundo, poucos são os que aparecem como unanimidade no que se refere à qualidade, tanto para opiniões acadêmicas quanto para o gosto popular. E um deles é Edgar Allan Poe, que com seu poema "O Corvo" conseguiu alcançar um grau de excelência único na história da literatura universal.
     Escrito em 1845, tornou-se uma das mais famosas composições poéticas já feitas pelo homem, principalmente depois que foi descoberto por Charles Baudelaire, indiscutível mestre da poesia. O francês ficou impressionado com o poder hipnótico da estrutura de "O Corvo" e com seu virtuosismo.
     E para comemorar os 170 anos da publicação, a Editora Empíreo convidou autores e ilustradores a buscar inspiração no famoso poema e criar suas próprias composições textuais e imagéticas. Recebemos mais de 500 inscrições de pessoas interessadas em participar, mas, por conta da limitação do número de páginas, foi necessário limitar em 60 autores e 15 ilustradores, resultando nesse belo livro que você tem em mãos.
       Ao mesmo tempo que o conteúdo do livro ia sendo construído, oferecemos aos leitores a oportunidade de apoiar o projeto por meio de financiamento coletivo, o que definiria o sucesso ou fracasso de nossa ideia inicial. Felizmente, cerca de 300 amantes da literatura contribuíram para que pudéssemos produzir um livro com a qualidade que ele merece.
    Então é com muita honra e alegria que apresentamos a vocês O Corvo: um livro colaborativo, feito por mais de uma centena de mãos e com muito carinho para vocês, leitores, autores, ilustradores e mantes da boa literatura".







Entre os 300 colaboradores do financiamento coletivo, estamos nós, da Estante da Ana. Satisfação por poder participar, mesmo que minimamente, de um projeto lindo que valoriza a literatura.




29 de out de 2015

Resenha: O 6º alvo



James Patterson de novo Ana? Sim! Eu gosto muito do estilo dele de escrever e da forma como desenvolve a trama. É o tipo de escritor que prende a atenção do leitor mesmo.
6º alvo é mais uma história do Clube das Mulheres contra o Crime. Na prática, não é um clube formalizado, são quatro amigas que em suas áreas de atuação acabam contribuindo ou participando de alguma forma para a solução de crimes. A protagonista é a policial Lindsay Boxer e suas amigas são a médica-legista Claire, a advogada Yuki e a jornalista Cindy. É o terceiro livro que leio dessa série, que confesso, não é a minha preferida do autor (gosto mais de Alex Cross).

Esse livro tem dois dramas que correm paralelos. O primeiro deles é de um atirador maluco que dispara em uma balsa, matando algumas pessoas e ferindo outras. Entre os feridos está a amiga de Lindsay, Claire. O assassino logo se entrega e a história segue acompanhando o seu julgamento. 
O segundo é o sequestro de uma garotinha prodígio de cinco anos, filha de um rico e importante jornalista. Lindsay e seus companheiros da polícia correm contra o tempo para descobrir o paradeiro da garota e a identidade dos sequestradores.

Apesar da história ter me prendido, não foi o melhor trabalho de Paterson. O desfecho das duas histórias não me surpreendeu tanto. Gosto quando o final nem passou pela minha cabeça, mas não foi o caso. Mas isso em nada desmerece a história e qualquer fã do autor tem em 6º alvo mais uma leitura gostosa e envolvente. 

Os três primeiros volumes da série foram lançados pela Editora Rocco e não estão mais a venda. A Arqueiro lançou os volumes 4 a 9.

Os livros são independentes e você pode ler em qualquer ordem. Apenas alguns fatos da vida pessoal das quatro mulheres pode ficar perdido se você não leu os anteriores, mas a história principal, os crimes, não tem correlação.

Conheça os volumes 4 e 5:

4 de julho
5º Cavalheiro

Depois de 6º alvo, foram lançados: 

7º céu8ª confissão9º julgamento

27 de out de 2015

Resenha: Jurassic Park


"Em Jurassic Park, a dimensão do talento de Michael ultrapassa até mesmo a de seus dinossauros"
Steven Spielberg

"Um hábil thriller científico... Um pesadelo mordaz, em que a ciência corre solta."
The Wall Street Journal



Um dos melhores livros que li nesse ano, sem dúvidas.
Eu amo os filmes, eu amo livros e amo edições especiais, então, obviamente, eu não sosseguei até ter esse livro.
A editora Aleph fez uma edição maravilhosa e que possui extras como entrevista com o autor, imagens e um prefácio especial. Além disso, o livro ficou lindo! (Vejam as fotos).
A história é basicamente a do primeiro filme: Hammond, um milionário ambicioso, cria um parque de dinossauros e, como era de se esperar, tudo da errado.
Mesmo pra quem, como eu, já assistiu o filme 20 vezes, vale a pena ler o livro. Além de ter acontecimento diferentes, o livro é muito mais detalhista e explicativo. Várias coisas que ficam subentendidas na tela, são esclarecidas nas páginas.
Sem dúvida, uma das coisas que mais me agradou foi a profundidade da pesquisa que o autor fez, tanto na parte da genética, como na matemática.
O livro também me fez refletir muito sobre o ser humano. Ian Malcom, o personagem matemático, disserta muito sobre como não estamos acabando com o mundo, mas sim com nós mesmo e até onde nossa prepotência vai: achamos que somos donos de tudo, mesmo do que estava aqui bem antes de nós.

Simplesmente sensacional! 

Jurassic Park
Michael Crichton
Aleph,2015





22 de out de 2015

Resenha: A vida do livreiro A.J.Fikry



Passei dois dias revirando o site da editora para achar um livro do estilo exato que eu queria ler: um romance tranquilo e rápido para relaxar.

Mudei de título umas 6 vezes até que essa capa linda me chamou e me prendeu e o escolhido foi A vida do livreiro A. J. Fikry

É uma narrativa muito gostosa de ler quando você acabou de sair de uma leitura pesada (que era o meu caso) pois, embora tenha seus dramas, não força a cabeça (deu pra entender, né?).
A história é sobre um dono da única livraria de uma pequena cidade. Ele e a esposa abriram a loja e, após ela falecer, ele se torna amargo, embora não abra mão do sonho da loja. Até que uma pequena pessoa aparece em sua vida pra mudar tudo para sempre.

Gostei do livro porque trata de leitura, literatura e o amor pelos livros e não gostei porque no final tive a impressão que tinha várias coisas acontecendo e que nada foi narrado com a calma que precisava.
Não é aquele livro que você PRECISA ler nesse minuto, mas acho que é um título legal pra deixar na lista.


A VIDA DO LIVREIRO A. J. FIKRY
Gabrielle Zevin
Paralela, 2014

20 de out de 2015

Promoção: O Pulo da Gata - ENCERRADA


veja o resultado aqui



O novo livro da Fernanda França, O Pulo da Gata, pode ser seu: um exemplar autografado acompanhado de um marcador de páginas e um lindo bóton!


Para participar, basta residir no Brasil e seguir os passos abaixo (obrigatórios):

1. Curtir e compartilhar em modo público o post da promoção no facebook: encontre aqui

2. Comentar esta postagem, respondendo à pergunta: Por que você deve ganhar o super kit de O Pulo da Gata? (serão válidos os comentários postados até o dia 30.11.2015)

E ainda: 

-Curtir a Estante da Ana no facebook: aqui

-Curtir a fanpage da escritora Fernanda França: aqui

O autor da resposta mais criativa vai receber em sua casa um lindo kit, contendo o livro autografado, o marcador de páginas e o bóton.

Entre os demais participantes, sortearemos cinco pessoas que receberão um marcador de páginas e um bóton cada uma. 

O vencedor será escolhido entre os participantes que cumpriram todas as regras da promoção. Caso algum dos cinco sorteados não tenha cumprido uma das etapas, será imediatamente desclassificado e será realizado novo sorteio.

Os vencedores serão divulgados no blog e na página da Estante da Ana entre os dias 01 a 04/12/2015.  Eles terão 5 (cinco) dias para entrar em contato e informar o seu endereço para envio do livro.

A Estante da Ana terá o prazo de 10 (dez) dias para enviar o prêmio para o endereço informado.

A escolha da resposta mais criativa será realizada pelos responsáveis pelo blog.

Esta promoção é realizada única e exclusivamente pelo blog Estante da Ana. A autora do livro participa apenas autografando gentilmente o exemplar que premiará o vencedor, não tendo qualquer vínculo ou responsabilidade nesta promoção, assim como a editora Essência.

2 de out de 2015

Resenha: Bartleby, O Escrivão


Pensa naquele livro que você precisa ter, mesmo que nunca pretenda ler, você precisa comprar.
Esse era o meu.

Não vou poder contar muito da história porque eu ainda não li, mas o projeto desse livro é sensacional. Vamos por etapas acompanhadas de fotos:

1-Na hora de comprar o livro, ele vem embalado com a etiqueta “acho melhor não comprar”, ou seja, eu comprei.







2-  Depois de criar coragem para abrir o plástico (com cuidado para não estragar a etiqueta que tem todo o contexto do livro), é preciso descosturar para abri-lo. Sim, o livro vem costurado com linhas e é preciso puxá-las.



3- Quando finalmente abrimos, não há texto, as páginas são todas cinzas, imitando uma parede.





4- Aí você acha tipo uma régua de plástico, que serve para “rasgar” as páginas duplas e, assim, encontrar o texto.






E o mais legal de tudo é que todo esse trabalho faz parte do contexto do livro! É a história de um escrivão de Wall Street que passava os dias virado para uma parede, sem interagir com ninguém.

Para quem trabalha com e aprecia livros, ver um projeto tão diferente e significativo assim, é simplesmente sensacional.

Esse projetos especiais da Cosac nunca decepcionam!


BARTLEBY, O ESCRIVÃO - Uma história de Wall Street
Herman Melville
Cosac

21 de set de 2015

Resenha: 4 vidas de um cachorro



Como vocês já devem saber, eu me tornei uma apaixonada por cães e livros que os envolvam já ganham um lugar especial na minha estante. Esse livro, 4 vidas de um cachorro, me foi emprestado por uma amiga veterinária. De início eu já fiquei com receio de derramar muitas lágrimas como aconteceu comigo no final de em Minha vida com Bóris. Mas com esse livro foi totalmente diferente...

4 vidas de um cachorro conta a história de um cãozinho que busca o sentido de sua existência, ou melhor, de suas várias existências. Nascido um filhote de vira-lata, inicialmente ele experimenta as aventuras e dificuldades de um cão de rua, sem dono e que tem que lutar por alimento, fugir dos perigos (inclusive dos humanos) ao lado da mãe e dos dois irmãos. Mas essa sua existência não é longa e logo ele se vê filhote novamente, com uma mãe diferente e muitos irmãos. Dessa vez ele é um golden retriever que acaba no lar do menino Ethan. Chamado de Bailey, o cãozinho tem nessa vida seus maiores aprendizados: amor, companheirismo, proteção e fidelidade. Renascido novamente, ele agora é Ellie, uma fêmea que vai desempenhar um importante papel como cão de resgate salvando muitas vidas. Pensando ter encontrado o sentido de sua vida, Bailey/Ellie acredita que agora chegou ao fim, mas se vê novamente filhote. E é como Amigão que ele vai juntar toda sua experiência para enfim entender qual era seu propósito no mundo. 

Eu ri e chorei com esse livro, é claro. A melhor coisa da história é a narrativa do ponto de vista do cão. Quem tem cachorro, por várias vezes já imaginou o que ele poderia estar pensando em determinado momento, não é verdade? Acompanhar as descobertas do filhote e suas boas intenções ao fazer o que os humanos interpretam como travessuras é muito divertido e rende bons momentos ao leitor. 

Tem uma passagem que achei bem divertida para entender o ponto de vista de Bailey. Um dia ele foi trancado na garagem até que a família voltasse para casa. O que ele interpretou como um engano e...

"Lati durante algum tempo, mas isso de nada adiantou (....) Arranhei a porta. Mastiguei alguns sapatos. Estraçalhei a minha cama, Descobri um saco de lixo cheio de roupas, rasguei o dito-cujo e espalhei as roupas pela garagem. Fiz xixi num canto e cocô no outro. Virei um recipiente de metal e comi uns pedaços de galinha, macarrão e um waffle, e lambi uma lata de peixe, cujo cheiro era igual ao hálito de Smokey. Mastiguei jornal. Derrubei minha tigela de água e comecei a mordê-la. Não havia nada para fazer".

Mas quando a família chegou e o chamou de Cachorro malvado:
"Fiquei atônito diante dessa falsa acusação. Malvado? Eu havia sido acidentalmente trancado na garagem, mas estava mais que disposto a desculpar todos eles. Por que me repreendiam assim, balançando o dedo na minha cara?"

São inúmeras as passagens divertidas da vida do cãozinho, mas pelo título e sinopse do livro, já sabemos e sofremos por antecipação com o final de cada vida dele. São esses momentos que me trazem lágrimas aos olhos, mas faz parte da história linda e envolvente.

E é claro que eu identifiquei minhas quatro meninas nas aventuras dele, principalmente a Nutella, quando estava lendo as dificuldades de um cão sem dono ou de um cão com um dono cruel que o amarra, não o alimenta e, principalmente, não tem o menor carinho por ele.

A boa notícia é que descobri que começaram em agosto/15 as filmagens da adaptação do livro para o cinema. Ainda sem data de lançamento. 
Atualização em 29/08/2016: foi lançado o trailer e o filme tem data prevista para janeiro/2017.
Assista o trailer aqui.

Classifico 4 vidas de um cachorro como uma leitura indispensável para os humanos que tem a alegria de compartilhar a vida com um cãozinho.

4 vidas de um cachorro
W.Bruce Cameron
2011, Agir


Para quem ainda não conhece , aqui estão minhas meninas:

A companheira Preta

A doce Branca

A alegre Amora
Nutella, que já sentiu na pele a crueldade dos homens, mas hoje é 
amada infinitamente por seus quatro humanos de estimação.