27 de mai de 2016

Resenha: O Leitor do Trem das 6h27


O leitor do trem das 6h27
Jean-Paul Didierlaurent
Intrinseca, 2015

Sinopse:

Operário discreto de uma usina que destrói encalhe de livros, Guylain Vignolles é um solteiro na casa dos trinta anos que leva uma vida monótona e solitária. Todos os dias, esse amante das palavras salva algumas páginas dos dentes de metal da ameaçadora máquina que opera.
A cada trajeto até o trabalho, ele lê no trem das 6h27 os trechos que escaparam do triturador na véspera. Um dia, Guylain encontra textos de um misterioso desconhecido que vão fazê-lo buscar cores diferentes para seu mundo e escrever uma nova história para sua vida.
Com delicadeza e comicidade, Didierlaurent revela um universo singular, pleno de amor e poesia, em que os personagens mais banais são seres extraordinários e a literatura remedia a monotonia cotidiana.


Guylain Vignolles é solteiro, tem por volta de 30 anos, é solitário e trabalha numa empresa que lhe causa nojo e tristeza.
Todos os dias, no trem, a caminho e na volta do trabalho, ele lê, em voz alta, uma página solta de um livro qualquer para todos os passageiros. Na verdade, ele não faz isso para eles, mas sim para si próprio, entretanto, vários trabalhos são fãs das leituras diárias.
A vida de Guylain é bem triste, solitária e não possui aspirações, surpresas ou emoções. Até que ele encontra um pen drive que pode levá-lo a uma busca e transformar seu modo de ver o mundo.
Quando terminei de ler o livro, estava extremamente emocionada. Se for pra descrever a história, o adjetivo adequado é encantadora.
A narrativa é triste em boa parte do livro, é impossível não sentir a dor do protagonista e ser tocada por ela. Porém, o autor escreve maravilhosamente bem, de um modo que prende o leitor, com frases líricas, descrições precisas, uma escrita bem poética e muito sentimento em cada palavra.
Os outros personagens da história são secundários, mas contribuem para a construção do universo da personagem principal.
Minha crítica ao livro é que eu acho que algumas partes poderiam ter sido desenvolvidas com mais profundidade. Embora a história do livro seja curta, tem hora que senti que algumas coisas ficaram mal resolvidas.

Meu balanço final é: se você gosta de livros que desperte emoções, esse com certeza vale a leitura. Esse livro chegou até mim através de uma indicação e posso confirmar que as expectativas foram atingidas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário