13 de ago de 2019

Resenha: A promessa

A promessa
Harlan Coben
Arqueiro, 2017

SINOPSE:
Depois de ouvir duas adolescentes trocando confidências no porão de sua casa, Myron faz com que as garotas prometam ligar para ele se um dia estiverem em alguma encrenca e não tiverem coragem de recorrer aos pais em busca de ajuda. Ele garante que irá em seu socorro sem questionamentos, qualquer que seja a situação.
Alguns dias depois, às duas da manhã, seu telefone toca. É Aimee Biel, uma das garotas a quem oferecera apoio incondicional. Abalada e nervosa, ela pede que Myron a deixe em frente a uma casa numa rua deserta, o suposto endereço de uma amiga. Apesar de sentir que alguma coisa está errada, Myron honra sua palavra e não faz perguntas.
Mas ele se arrependerá profundamente dessa decisão, porque talvez essa seja a última vez que Aimee será vista por alguém. Atormentado pela culpa – ao mesmo tempo que se torna o principal suspeito pelo misterioso desaparecimento –, Myron decide investigar o caso por conta própria.
Envolvido numa trama cheia de promessas desfeitas e segredos devastadores, ele descobre que essa não será apenas uma busca por uma adolescente que sumiu: será também uma busca pela verdade em suas nuances mais sombrias.

A promessa é mais uma história de Myron Bolitar. O personagem criado por Harlan Coben e que protagoniza uma série de livros do autor. Os livros são independentes e não precisa seguir uma ordem de leitura, embora os fatos que se desenrolam na vida pessoal do protagonista ficam mais claros para o leitor se ele estiver acompanhando livro a livro (não é o meu caso, comecei do meio).

Nessa nova aventura, Myron faz uma promessa para duas adolescentes do tipo difícil de cumprir. Ele pede para as garotas ligarem para ele a qualquer hora caso se sintam vulneráveis ou em risco. Sua preocupação no momento é impedir que as meninas entrem em carros de amigos que tenham bebido. 
Mais cedo do que ele podia imaginar, uma das garotas, Aimme, liga para ele no meio da madrugada e pede que a leve na casa de uma amiga. Visivelmente abalada, Aimme cobra de Myron a promessa de não fazer perguntas e fica na casa da suposta amiga. O problema começa ai... a menina desaparece e claro, o suspeito óbvio passa a ser Myron.
Para encontrar a garota, devolvê-la aos seus pais (amigos de Myron) e limpar seu nome ele conta mais uma vez com ajuda do amigo Win, velho conhecido dos leitores da série.
Paralelo ao mistério que cerca o desaparecimento de Aimme, o leitor acompanha um novo romance na vida de Myron: uma viúva do 11/9 com filhos. 
Como sempre, as páginas se viram sozinhas nos livros de Coben. Ele coloca a dose certa de mistério e a história vai evoluindo e no final, tudo faz sentido!
Harlan Coben, eu adoro e indico!

Nenhum comentário:

Postar um comentário