21 de jun de 2017

Resenha: Vocação para o Mal

Vocação para o Mal
Robert Galbraith
Rocco, 2016

SINOPSE:

Quando um misterioso pacote é entregue a Robin Ellacott, ela fica horrorizada ao descobrir que contém a perna decepada de uma mulher. Seu chefe, o detetive particular Cormoran Strike, fica menos surpreso, mas não menos alarmado. Há quatro pessoas de seu passado que ele acredita que poderiam ser responsáveis por tal crime – e Strike sabe que qualquer uma delas seria capaz de tamanha brutalidade. Mas quando a polícia foca no suspeito que Strike tem cada vez mais certeza de que não é o criminoso, ele e Robin precisam correr contra o tempo para descobrir a verdade.


Terceiro livro da aclamada série escrita por Robert Galbraith, pseudônimo de J. K. Rowling, e protagonizada pelo detetive particular Cormoran Strike e por sua assistente Robin Ellacott, Vocação para o mal é um suspense diabolicamente inteligente, com reviravoltas inesperadas a cada página, e também a emocionante história de um homem e de uma mulher numa encruzilhada em suas vidas pessoais e profissionais. O livro estreou em segundo lugar na lista dos mais vendidos do The New York Times e alcançou os principais rankings nos Estados Unidos e na Inglaterra.

Sou fã assumida da JK Rowling, quer ela escreva com seu nome ou com pseudônimo! E adoro as aventuras do polêmico detetive Cormoran Strike, protagonistas nos livros escritos por ela com o nome de Robert Galbraith.

Nesse terceiro livro, Cormoran vê sua assistente Robin ameaçada quando recebe um caixa contendo uma perna humana! Isso mesmo, uma perna feminina. Imediatamente, Cormoran pensa em três possível pessoas que poderiam ter cometido esse crime e enviado a perna para ele (apesar da destinatária ser Robin, fica claro que o criminoso quer atingir Strike).

Paralela a fraca investigação da polícia, Strike e Robin fazem sua própria investigação dos suspeitos, enquanto acompanham a queda do escritório do detetive. A publicidade obtida com o recebimento de um membro humano não é nada positiva para o escritório e os clientes se afastam rapidamente.

Como se não bastasse todo esse drama, Robin vive outro em sua vida pessoal: com casamento marcado com Matthew, ela ainda tem muitas dúvidas quanto ao seu destino e as cenas de ciúmes do noivo com relação a Strike não ajudam em nada.

Vocação para o mal é mais uma história bem construída que vai levando o leitor página a página para o desfecho, que não chega a surpreender, mas é bem consistente.

Quanto a vida pessoal de Robin, só lendo para saber se ela se casou ou se deixou levar pelos sentimentos não revelados que sente por Strike...

Nenhum comentário:

Postar um comentário