21 de fev de 2017

Resenha: A dança do viúvo

A dança do viúvo
Rick Riordan
Record, 2014

SINOPSE:

A cantora Miranda Daniels está fazendo um sucesso literalmente de matar nas casas de show do Texas. Seu produtor e uma das integrantes de sua banda foram assassinados, e seu agente está desaparecido. 
Para piorar, sua fita demo, que deveria ser enviada a uma grande gravadora para o fechamento de um contrato milionário, também sumiu. 
Agora, cabe ao detetive particular apreciador de tequila e mestre de tai chi chuan Tres Navarre desvendar esse mistério e proteger Miranda das armadilhas da indústria musical, antes que haja novas vítimas.


Quando eu vi na livraria o livro Tequila Vermelha, do autor Rick Riordan (leia-se Percy Jackson) eu fiquei muito animada em saber que ele também escrevia histórias para adultos. Para saber sobre Tequila Vermelha e toda a série, clique aqui.

Agora chegou a vez de ler o segundo volume da série Tres Navarre, A Dança do Viúvo!
A narrativa de Riordan continua uma delícia, bem humorada e com uma boa dose de sarcasmo. Adoro! Mas confesso que eu meio que matei a leitura desse livro, pois a fiz muito fragmentada, não engatei a leitura de uma vez e isso prejudicou meu envolvimento com a história. 

Essa nova aventura de Tres conta o misterioso desaparecimento de uma fita demo de uma promessa do country americano, Miranda Daniel. Tres está prestes a conseguir sua licença de detetive particular, mas uma série de assassinatos que envolvem essa história prejudicam seus planos e ele chega a pensar em largar tudo e seguir carreira acadêmica!

Mas seu envolvimento com a cantora Miranda e outros personagens desse universo da música country o fazem insistir na história, mesmo contrariando os conselhos para deixar tudo isso pra lá. 

A história tem muito personagens, sempre bem desenvolvidos como é uma característica de Riordan, mas para quem leu no ritmo que eu li, fica um pouco confuso lembrar quem é quem. Deveria ter me dedicado mais a esse livro, pois a história é boa e seu desfecho, mais ainda. 

Fica a dica da série Tres Navarre para quem quer conhecer um Rick Riordan diferente. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário