18 de dez de 2016

Resenha: Amor verdadeiro

Amor verdadeiro
Jude Deveraux
Essência, 2016

SINOPSE:
Ambientado numa ilha paradisíaca e um dos romances mais cultuados de Jude Deveraux, best-seller americana que já vendeu mais de 60 milhões de exemplares pelo mundo, o livro conta a história de Alix Madsen. Quando ela está terminando a faculdade de arquitetura, Addy Kingsley, amiga de seus pais, morre. No testamento, a mulher estipula que a jovem tem direito a viver por um ano em sua encantadora casa do século XIX na ilha de Nantucket (Massachusetts), EUA. O relacionamento de tia Addy com a família Madsen é um mistério para Alix, mas ela aceita a oferta e, ao chegar na propriedade dos Kingsley, percebe que não é má ideia passar uma temporada ali. Além de o lugar ser um sonho para qualquer arquiteto, ela conviverá com o charmoso Jared Montgomery Kingsley, dono de um dos mais importantes escritórios de arquitetura do país e sobrinho-neto de Addy, portanto, herdeiro natural da casa. O que Alix não imaginava era que tia Addy tinha um propósito muito específico para ela quando a colocou naquele lugar: solucionar o desaparecimento de Valentina, uma das mulheres da família Kingsley, ocorrido cerca de dois séculos antes. Em meio ao verão na ilha, Alix e Jared serão obrigados a conviver, o que pode ser a chave para desvendar o tal mistério dos Kingsley.

Amor verdadeiro tinha tudo para ser mais um romance daqueles em que a mocinha encontra o homem dos sonhos, se apaixona e tem um final feliz. Mas essa história é bem diferente... Um mocinha, um homem perfeito e um fantasma apaixonado por 200 anos por uma mulher que desapareceu e se tornou o grande mistério da família! Ai sim a história se torna única!

Alix se muda por um ano para a cada da família Kingsley, seguindo os desejos manifestados no testamento de Addy Kingsley, uma senhora amiga da mãe de Alix. Chegando na cidade, ela encontra o famoso arquiteto Jared Montgomery, nas palavras dela "uma lenda viva da arquitetura". E tudo melhora quando ela descobre que ele é o dono da casa em que ficará hospedada. Alix vê ai uma chance de mostrar todo o seu talento para o grande Jared e aprender com ele. 

De cara a reação de Jared ao conhecer Alix não é das melhores e ele tenta fugir de qualquer contato com a jovem, mas seus planos não dão muito certo. Uma dívida com os pais de Alix o fazem mudar de ideia e ele não poderia imaginar como isso seria bom para ele.

Jared cresceu naquela casa e voltou para acompanhar os últimos dias da amada dia Addy. O que ele não contava era que a avó colocaria essa condição absurda no testamento. A tal "lenda viva da arquitetura" se despia de todo o glamour quando saia de New York e chegava a sua cidade natal Nantucket. Lá ele era somente Jared Kingsley, um homem simples, que ajudava a todos na cidade e vivia cercado pelos parentes e pelo fantasma de seu tatataravó (não sei quantos tatata vinham antes do avó kkk) Caleb, falecido em um trágico naufrágio 200 atrás. Caleb aparecia somente para os homens da família e foi presença marcante na infância de Jared que cresceu conversando com o falecido avó. A grande dor de Caleb era não saber o que aconteceu com sua amada Valentina quando ele não retornou de sua longa viagem. Era um mistério que a família não conseguiu resolver esse tempo todo e agora esperava-se que Alix o solucionasse. 
Amor verdadeiro é uma linda e bem construída história de amor que ultrapassou a vida. Com personagens bem definidos, diálogos gostosos e um cenário descrito na medida certa para o leitor. Impossível não se apaixonar pelos personagens... até pelo bonitão Comandante Caleb!

Com certeza, eu indico Amor verdadeiro não somente para os apreciadores de bons romances, mas para todos que gostam de uma história bem contada, daquelas que você fica imaginando como ficaria no cinema! 

Dica de leitura para o final de ano!

Nenhum comentário:

Postar um comentário