30 de mar de 2015

Resenha: Horas Noturnas




Título: Horas Noturnas
Autora: Bianca Carvalho
Editora: EraEclipse
Ano: 2014

SINOPSE 
Inglaterra, 1863 
Uma bela e delicada mulher com inteligência aguçada para investigação... 

Um charmoso caçador de assassinos tornando-se lenda por eliminá-los com requintes de crueldade... 

Um assassino que deixa charadas, com sede de sangue e um gosto peculiar por Edgar Allan Poe... 
Três almas unidas com diferentes propósitos. Apenas uma chance de sobreviver...



Horas Noturnas foi uma leitura inovadora para mim: a primeira que faço em e-book (sim, esse formato ainda não me convenceu, pois sinto falta do toque nas páginas!) e a revelação de uma escritora nacional de mistério que acaba de entrar na minha lista de preferidas: Bianca Carvalho.

Quando conheci o projeto LitGirls.com.br, do qual Bianca faz parte, eu propus para mim mesma deixar um pouco de lado a literatura estrangeira e explorar os talentos que temos aqui no Brasil. E Bianca foi uma das escritoras que me chamou a atenção por escrever histórias de mistério, suspense policial. Em um email recebido da editora EraEclipse, veio o empurrão que faltava: o livro Horas Noturnas está disponível no Wattpad. Quebrando a barreira inicial que até hoje não tinha me permitido ler no formato digital, comecei a leitura e... não parei mais!

A história é narrada na terceira pessoa e se passa na Inglaterra em 1863. Não há aquela descrição detalhada que no permite viajar para época e lugar em que a trama está ambientada, mas pequenos detalhes na narrativa te lembram a todo momento que não estamos falando de tempos atuais. Bailes, moças que não devem sair desacompanhadas, casamentos arranjados, vestidos volumosos, carruagens e por ai vai.

Maryanne Lestrange é a donzela da história, porém nada convencional: é uma jovem à frente do seu tempo. Enquanto suas amigas vivem sonhando com pedidos de casamento e vestidos de noivas, Maryanne é parceira de seu pai, um investigador particular e ex-policial, na análise das pistas de crimes. Seu pai, Joseph Lestrange, reluta em deixar a filha se envolver em assuntos tão perigosos, mas admite que sua contribuição é valiosa, além de não conseguir negar-lhe nada. Após a morte trágica da esposa, Lestrange concentra na filha todo o seu amor e dedicação. 

A época é de perigo, quando um assassino está fazendo vítimas jovens, algumas até amigas de Maryanne. Mesmo alheia a banalidade que a sociedade da época envolve as mulheres, a jovem chama a atenção de um belo duque que passa a cortejá-la, mesmo com ela fazendo de tudo para desencorajar o rapaz. Darren Carmichael é lindo, rico, nobre e cobiçado pelas moças da sociedade, porém ele parece não se assustar com o jeito rebelde de Maryanne.

" A senhorita é realmente muito insolente - apesar da forma rude como falou, ele ainda sorria - Mas isso me encanta, devo confessar.
-Que pena. Não estou interessada em encantá-lo".

Mas o gosto de Maryanne pelo perigo e sua impossibilidade de se afastar de um bom mistério, se reflete também em sua vida pessoal: ela se sente mais atraída pelo misterioso justiceiro que ataca os criminosos da cidade, o Caçador,  do que pelo rico e honrado duque. 

O Caçador esconde sua identidade atrás de uma máscara e assim, no anonimato, vinga vítimas de crimes que não teriam justiça por meio das vias normais. É dono de uma personalidade conflitante: o homem que mata violentamente aqueles que julga merecedores de tal fim é o mesmo que ao conhecer Maryanne se sente fortemente atraído pela garota, querendo a todo custo protegê-la do perigo. Sua presença perturba Maryanne de uma forma que ela nunca sentiu antes.

"O Caçador aproximou-se perigosamente, afastou um cacho do cabelo castanho, que o impedia de aproximar os lábios de seu ouvido, e sussurrou, com sua voz rouca e arrastada:
- Porque eu sou muito perigoso, Maryanne... Muito mais do que você imagina.
Maryanne sentiu-se estremecer. Porém, não soube dizer se fora pela forma íntima como ele a tocou, pela voz, pela resposta ou pela maneira como seu nome soou sensual vinda dos lábios dele".

Com o aparecimento de outras vítimas, Lestrange não consegue mais afastar sua filha das investigações e do perigo. Entre uma pista e outra, Maryanne se ve também dividida entre os dois homens com personalidades totalmente contrárias, Darren e o Caçador. A história é de mistério, mas não deixa de lado cenas românticas e sensuais. 

 "Beijou-a. Perdeu-se em seus lábios, como se pudesse sugar sua alma por eles; como se pudesse roubar-lhe todos os sentimentos tão belos que ele não mais conhecia, mas que aquela mulher possuía de sobra. Como se por meio daquele beijo pudesse se tornar um homem melhor. Para ela.”

O grande suspense fica por conta da identidade do assassino, uma vez que a identidade o Caçador não foi tão escondida... ela apenas é confirmada ao leitor bem próximo ao desfecho.

Gostei muito da narrativa da autora e confesso que foi a trama bem elaborada e envolvente que me fez insistir na leitura digital. Sou das antigas e adoro o contato com o livro, o virar a página, admirar a capa e a edição. Depois dessa grata experiência com o livro da Bianca Carvalho, vou me aventurar mais vezes pelo universo do e-book e principalmente, pela literatura nacional. 

Para quem, como eu, ainda se delicia com o prazer de ter o livro nas mãos, Horas Noturnas está em pré-venda nos site da editora. É só clicar no link abaixo:


Nenhum comentário:

Postar um comentário