5 de dez de 2014

Resenha: Por isso a gente acabou



Título: Por isso a gente acabou
Autor: Daniel Handler
Editora: Seguinte (Cia. das Letras)
Ano: 2012
Pág.: 366

SINOPSE:
Quem nunca teve o coração partido? MinGreen, uma garota aficionada por filmes cujo sono é ser diretora de cinema, está padecendo dessa dor. Depois de apenas algumas semanas de um relacionamento intenso com Ed Slaterton, que além de ser o melhor do time de basquete da escola é um gato, está sozinha e cheia de lembranças amargas.
Para dar fim a esse sofrimento, ela decide entregar ao ex-namorado uma caixa repleta de objetos que de alguma maneira se tornaram significativos para o casal: ingressos de cinema, uma máquina fotográfica, um elástico de cabelo, um caminhãozinho de brinquedo, um pacote de camisinha, "todo suvenir de amor que a gente tinha, os prêmios e os destroços dessa relação, que nem confete na sarjeta depois que o desfile passa, o tudo e o não sei que mais chutado para o meio-fio", como ela mesma define.
Junto da caixa, Min deixa uma carta em que fala sobre cada um desses objetos, o episódio que ele representaram na história dos dois, sempre acrescentando novas razões para o rompimento. Esse é o texto de Por isso a gente acabou, que, narrado por uma adolescente de coração dilacerado porém com um ótimo senso de humor, é carregado de um tom informal e tragicômico, traduzindo com um misto de simplicidade e profundidade a história de uma separação.


Olá todo mundo!
Dessa vez eu vim fazer uma resenha do livro Por isso a gente acabou, publicado pela Companhia das Letras.
Me indicaram esse livro a muito tempo, mas fiquei a espera de uma promoção para poder comprar porque ele é um pouco salgadinho.
Mas, vamos lá! É um romance dividido em vários pequenos contos que formam a narrativa final. O livro é lindo e, em cada capítulo que começa um trecho da história, tem uma ilustração. Foi super bem feito e atrai bastante quem está na livraria.
A história é uma menina contando para o ex-namorado o motivo que eles não deram certo. A cada capítulo, ela pega algum objeto que fez parte da história dos dois e conta o que tem de especial por trás desse objeto e, assim, conta “no presente” porque eles não deram certo “no passado”.
O sentimento do livro é um pouco triste, mas o que eu achei gostoso é que você acaba entrando completamente na vida da personagem porque ela conta cada sentimento de cada parte do namoro com todas as emoções possíveis e aí você sente tudo junto com ela, as raivas, alegrias, aquele nervoso de começo de namoro, as tristezas e as surpresas.
Quando me indicaram, o que me atraiu foi a história mesmo... achei muito diferente dos outros romances que são publicados.
É uma leitura gostosa e rápida pois o livro não é muito profundo e nem cheio de grandes acontecimentos... É superficial mas não deixa de ser um bom livro!
Acho que pode ser uma boa indicação para quem está procurando algo fora dos padrões para ler nas férias, para distrair e relaxar.
É isso aí! Beijos.
Juliana

Nenhum comentário:

Postar um comentário