25 de fev de 2016

Resenha: Apenas um dia


Depois de assistir ao filme Se eu ficar, baseado no livro de Gayle Forman, eu fiquei curiosa em ler outros títulos da escritora e escolhi: Apenas um dia. 

O livro conta a história da jovem Allyson que está em viagem pela Europa com sua amiga Melanie (um presente dos pais das garotas antes de elas irem para a faculdade). No último dia da viagem com o grupo, Allyson conhece Willem, um jovem ator holandês que a encanta interpretando uma peça de Shakespeare.

Allyson é uma  jovem com a vida sob controle e bem planejada. Willen é um aventureiro ator de rua, misterioso. Esse contraste atrai a jovem que se encanta com a ideia de aproveitar cada minuto da vida e ir onde seu coração manda, sem planos demais, sem raizes.

Quando Willen descobre que ela sonha em conhecer Paris, mas que sua excursão pela Europa não permitiu realizar esse sonho, ele a convida para passar pelo menos um dia na cidade com ele. Contrariando tudo o que Allyson faz em sua vida, ela inesperadamente aceita o convite e juntos embarcam em um trem, deixando Melanie para trás.

A partir dai, ela assume um jeito de ser totalmente diferente. Com o apelido de Lulu (dado por Willen) ela embarca nessa aventura envolvida por um sentimento de paixão que começa a despertar pelo rapaz. 

Os capítulos do livro que narram as aventuras do casal em suas 24 horas em Paris são encantadores e te fazem viajar com eles. Vemos aí um processo de descobertas por parte de Allyson, de transformação e libertação. Mas algo inesperado e misterioso separa os jovens e Allyson volta para sua vida sem entender o que realmente foi sua relação com Willen e sem ter noção de seu paredeiro. 

Aí vem uma série de capítulos que achei entendiantes... Sério mesmo, fui dureza ler toda a parte da vida dela na faculdade. Minha vontade era pular lá para o final para saber o que de fato aconteceu em Paris que provocou a separação dos dois. Fui levando a leitura aos empurrões até que o tão esperado desfecho chegou e..... a autora deixou o final em aberto! Nesse momento eu odiei o livro. Não gosto de histórias que terminam assim e se soubesse, nem teria começado, essa é a verdade. 

Existe uma continuação que deve esclarecer todas nossas perguntas: Apenas um ano. É a versão da história sob o ponto de vista de Willen. Mas de verdade... não me animei para ler ainda, não! Vamos esperar..

Apenas um dia
Gayle Forman
Novo Conceito, 2014


Nenhum comentário:

Postar um comentário